Cuidados com os animais idosos

A idade chega para todos, e não é diferente com seu animal de estimação.
Ele, provavelmente, irá enfrentar a velhice ao seu lado.

Graças às vacinas, cuidados e a ração adequada que têm recebido, a expectativa de vida de nossos animais aumentou muito nos últimos anos.

Há duas décadas, animais com 8 anos eram considerados idosos.

Já hoje, é muito comum que os pets cheguem aos 12 anos de forma muito tranquila.

Em qual idade ele é idoso?

Não é somente a idade que define se o animal é idoso.
Fatores como a espécie, raça e o porte influenciam em muito nessa questão.

Os gatos e os cães pequenos, por exemplo, são considerados idosos com 8 ou 10 anos.
Já os cães acima de 25kg, com 8 anos podem ser considerados em idade avançada.

A velhice animal corresponde a, aproximadamente, 55 anos humanos.

Como saber se ele está na terceira idade?

Embora não tenham rugas, os pelos esbranquiçados, a dificuldade na hora de levantar e subir escadas, e a respiração mais ofegante, são sinais de que eu pet já é um velhinho.

Animais idosos também podem demonstrar falta de interesse em algumas atividades como o passeio ou mesmo brincadeiras, justamente pela limitação de movimentos.

Cuidados com os vovozinhos:

Saúde

Enquanto os mais jovens devem passar por visitas anuais ao veterinário, seu velho amigo deve visitá-lo com mais frequência.

Animais idosos possuem menor resistência a infecções, podendo desenvolver doenças crônicas com mais facilidade.

Também existem as doenças tidas como comuns na terceira idade como artrite, baixa visão, diabetes, câncer, problemas no fígado, doenças renais e cardíacas.

O ideal é promover um check up á cada 6 meses!

Alimentação

As necessidades nutricionais dos animais idosos são bem diferentes.

A ração sênior, que é mais rica em zinco, ômega 3, proteínas e fibras pode ser encontrada em qualquer Pet Shop.

Ela também possui menos gordura que as demais, já que o controle do peso é essencial nessa fase da vida.

Animais idosos têm tendência a ganhar peso, o que pode gerar problemas ortopédicos.

Atividades

Assim como os humanos, quando atingem uma idade mais avançada, os animais tendem á fazer menos atividades.

Para manter a saúde é importante fazer atividades, sempre respeitando seus limites.
Passeios curtos e brincadeiras leves são o suficiente.

Antes de sair, verifique como está a temperatura, preferindo sempre os horários mais frescos no verão, e mais quentes no inverno.

Faça caminhadas mais curtas, evitando a subida de escadas.

Para os gatos, busque brinquedos que estimulem sua curiosidade e movimentação, como aqueles ratinhos que andam, e evite que eles pulem de locais muito altos.

Conforto

Como seu pet passará mais tempo descansando, procure dar a ele um lugar bem confortável para desfrutar sua velhice.

Mantenha sua caminha e pertences em local de fácil acesso, para facilitar a mobilidade.

Na hora do banho, adote alguns cuidados para maneja-lo, já que suas articulações e movimentos são mais limitados.

O controle de parasitas também deve ser frequente, assim garantindo a tranquilidade e saúde do seu amigo.

Você pode adquirir todos os produtos necessários nas Pet Shops online , e .

Conclusão

Por fim, procure estimular a mobilidade e as brincadeiras do seu amigo. Isso fará com que ele se mantenha ativo física e psicologicamente, retardando o processo de senilidade.

Cães e gatos idosos também precisam de atenção e carinho, não deixe seu amigo de lado apenas porque ele parece menos entusiasmado.

Não abandone quem nunca te abandonaria!

Saiba mais

Tudo o que precisa saber sobre saúde pet, você encontra aqui.

Seja o primeiro a comentar em "Cuidados com os animais idosos"

Comente isso

Seu e-mail não será publicado.


*