Roupinha: a inimiga dos pets

Muitos tutores vestem seus pets ao primeiro sinal de frio.

Fazemos isso pois pensamos que, se estamos com frio, eles também estão.

Será mesmo?

Temperatura máxima

Um dos diversos fatores que devemos levar em conta é a grande diferença de temperatura corporal que existe entre nós e nossos pets.

Enquanto mantemos uma temperatura corporal entre 36,0 e 37,5 °C, nossos cães e gatos possuem em média 3 graus a mais, ficando entre 38,5 e 39,5 °C, quando em repouso.

Por existir essa grande diferença, nem sempre nossos pets estão com frio quando nós estamos.

Pelos

O pelo dos animais é um eficiente protetor térmico, seja para o sol ou para o frio.

Portanto, pets de pelagem média à longa possuem um “cobertor” natural, que deve ser levado em conta na hora de se optar pelo uso de roupinhas.

O uso desnecessário de roupas, além de poder levar o animal à um superaquecimento, gera a formação de nós nos pelos, o que traz muito desconforto.

Saúde

Assim como os sapatos, usar roupinha sem necessidade pode gerar alguns problemas de saúde.

Por debaixo da roupinha podem surgir fungos e outros parasitas, desencadeando dermatites nos pets.

Além disso, roupas utilizadas por muito tempo tendem a esconder lesões que, se não tratadas, podem infeccionar e gerar quadros graves.

Nos gatos, a questão é ainda pior

Se seu gato permanece dentro de casa, como deveria, não há necessidade do uso de roupas. Disponibilizar uma coberta no local onde ele dorme é o suficiente.

Gatos que utilizam roupinhas ficam impossibilitados de fazer sua higiene, e isso os deixa profundamente afetados emocionalmente.

A roupa também diminui sua mobilidade, o que pode gerar graves consequências quando ele tentar se aventurar no alto.

Quando usar

Você deve estar se perguntando para que servem as roupinhas, afinal.

O uso de roupas é liberado no caso de animais sem ou com pouca presença de pelos que residem em regiões mais extremas, como no sul do país, por exemplo.

Atenção

Cães idosos, filhotes e os de pequeno porte como o Pinscher, o Chihuahua e o Daschund costumam ser mais friolentos.

Em gatos o uso de roupinhas é proibido, salvo nos casos do Sphynx e do Cornish Rex.

Nessas condições o uso de roupinha é permitido, desde que seja trocada com frequência, devidamente higienizada, e retirada ao aumento da temperatura.

Lembre-se que nossos pets não são brinquedos e não devem ser usados como adereços!

leia também

Saiba os perigos que os sapatos podem trazer aos nossos pets!

Seja o primeiro a comentar em "Roupinha: a inimiga dos pets"

Comente isso

Seu e-mail não será publicado.


*