Tartaruga Tigre D’água

Para quem mora em apartamento, tem alergia, ou não dispõe de muito tempo para dedicar aos pets, essa é um ótima alternativa.

Além disso, são animais bem econômicos!

Tigre D’água

A Trachemys dorbigni, também conhecida como Tartaruga-Tigre ou Tartaruga-Verde-e-Amarela, é um réptil da família Emydidae.

Elas são oriundas do Brasil(no estado do Rio Grande do Sul), Uruguai e Argentina, onde são naturalmente encontradas em banhados, pântanos, lagos, rios e riachos.

Infelizmente, esses animais são comercializados ilegalmente, o que gera um grande número de abandonos em natureza. Por isso, a Tigre D’água, bem como sua parente norte-americana a Trachemys scripta elegans, começou a se reproduzir em lugares fora do seu habitat natural, desequilibrando o meio ambiente.

Legislação

A espécie pertence à fauna silvestre brasileira.

Portanto, sua posse só é permitida com a documentação completa da compra em Pet Shop autorizada, onde informa o número de registro gravado na parte inferior do casco.

Além disso, os animais devem possuir microchip. A venda de um animal sem microchip é ilegal.

Sua soltura em natureza possui penalidade prevista nas leis n° 6.938/81 e n° 9.605/98.
Caso o tutor não possa mais manter o animal, a loja que o vendeu deve recebe-lo prontamente.

Características

As Tigre D’água possuem forma corporal típica do gênero Trachemys, com carapaça hidrodinâmica e patas bem palmadas que têm pequenas garras afiadas.

O nome Tigre D’água é uma referência à seu padrão de listras amareladas e alaranjadas.

Ela não deve ser confundida com a subespécie norte-americana. Essa se distingue, entre outras coisas, por possuir uma mancha vermelha na lateral da cabeça.

Na época de reprodução, a fêmea desova cerca de 10 ovos por postura. Os ovos eclodem depois de 2 ou 4 meses. Os filhotes, ao sair do ovo, medem cerca de 3 cm.

São animais de crescimento rápido. No primeiro ano de vida, podem crescer cerca de 8 cm.

Os indivíduos adultos podem atingir entre 25 e 30 cm, sendo que, as fêmeas dessa espécie geralmente são maiores que os machos.

Atenção: Não existe tartaruga que não cresce! Não compre para abandonar depois.
Tartarugas Tigre D’água podem viver até os 100 anos. Pense bem antes de adquirir uma!

Temperamento

Tartarugas Tigre D’água são consideradas animais bastante calmos.

Em geral, as fêmeas são bem tranquilas, sendo praticamente impossível morder quem as maneja. Já os machos são um pouco nervosos, porém seu comportamento é geralmente pacífico.

Se tiverem contato diário com seu tutor, essas tartarugas conseguem distinguir sua voz, atendendo à chamados. Claro que não como cães e gatos, mas de um jeito próprio.

Como os demais animais, se forem maltratadas, mal alimentadas, ou viverem em locais inadequados, tornam-se pets agressivos, podendo morder forte sem sinal de aviso.

Não caia no mito de que tartarugas são seres devagar. Quando assustadas, as Tigre D’água são extremamente ágeis, e podem fugir rapidamente.

Cuidados

Em geral, as tartarugas são animais de fácil manutenção, mas alguns cuidados devem ser tomados ao manuseá-las.

No convívio com crianças, deve-se tomar cuidado para que elas não machuquem o animal, pois eles tendem à morder.

Os filhotes possuem o casco sensível, podendo quebrar com quedas e pressão.

Ambiente

Tartarugas são animais de sangue frio, portanto, necessitam do sol para se aquecer.

Como são semi aquáticas, precisam ter acesso à água e área seca.

Elas podem ser criadas soltas nos jardins, ou nos chamados aquaterrários.
As tartarugas que são criadas soltas, devem viver em local bem cercado, para evitar fugas. Devem haver plantas onde possam se esconder, e locais abertos, para ter acesso ao sol.

Também devem ter acesso à uma piscininha ou laguinho. Coloque algumas pedras no lago para ela poder sair e regular sua temperatura.

O aquaterrário deve medir, no mínimo, 120×60 cm. A coluna de água deve ser maior que 25 cm, e sempre deve haver o dobro de área seca, ou seja, no mínimo 50 cm.

É importante que sua tartaruga seja exposta diretamente ao sol de 2 à 3 horas diárias, preferencialmente entre as 9h00 e 11h00 da manhã. Se estiver em um local sem acesso à luz solar, o aquário deve ser equipado com lâmpadas especiais para elas, como UVB e UVA.

A exposição à luz é essencial para a absorção da vitamina D3, indispensável à sua saúde.

Alimentação

As Tigre D’água são tartarugas onívoras. Portanto, se alimentam de carnes e vegetais.
Em geral, aceitam bem ração industrializada, mas complementos devem ser oferecidos.

Quando jovens, elas geralmente se alimentam somente de carnes, não aceitando os vegetais. Na medida que crescem, começam a comer de tudo.

Em natureza, alimentam-se de insetos, peixes, crustáceos, anfíbios e musgo.

No cativeiro, podem ser oferecidos peixes, camarões, lesmas, minhocas, coração de vaca e frango, folhas verdes, plantas aquáticas, e bananas.

Esses animais não podem comer alface!

Gosta dos aquáticos?

Conheça os lindos Axolotes!

Seja o primeiro a comentar em "Tartaruga Tigre D’água"

Comente isso

Seu e-mail não será publicado.


*